Oficina de Fabrico Artesanal de Pão

O pão é um dos alimentos mais queridos e o seu processo de fabrico é de uma simplicidade misteriosa. Compreender as suas partes, a vida que leveda a massa e as possibilidades de enriquecê-lo com inúmeros ingredientes locais é o princípio da desmistificação dos boatos que o descrevem como difícil de fazer numa cozinha vulgar.

A massa-mãe é o fermento natural que leva um pouco de nós de fornada em fornada e que pode ser partilhado com os outros – e aqui pode dizer-se que aquilo que leveda o pão, o que o faz crescer, pode levedar também as relações entre as pessoas.

Se por um lado não é necessariamente verdade que é preciso amassar muito para se obter um bom pão, também reconheceremos que dar voltas à massa é um exercício de descontração incomparável.

Fazer a merenda, o jantar e a sobremesa a partir da mesma bola de massa é um desafio à criatividade e uma janela de possibilidades que, não parecendo, pode facilitar a quotidiana procura de uma alimentação consciente sem prescindir do prazer de comer.

7 grão para sócios
10 grãos para não sócios